CAPÍTULO I

INTRODUÇÃO

1.1. SAÚDE

Saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença. É o maior patrimônio que nós temos!

As doenças podem ser causa ou efeito de problemas psíquicos (no popular quer dizer mais ou menos "aperreio de vida" ou "ruim do juízo"). Por exemplo, preocupações com uma seca podem levar o agricultor a adquirir uma úlcera, ou o sofrimento de uma doença incurável pode levar uma pessoa à loucura.


Psíquicos: relativo ou pertencente à psique - a alma, o espírito, a mente. Psique é o conjunto dos fenômenos ou dos processos mentais conscientes ou inconscientes de um pessoa ou de um grupo de pessoas.

1.2. DOENÇA

As doenças podem ser orgânicas (por exemplo, arteriosclerose) ou transmissíveis (como a gripe).


Arteriosclerose: esclerose ou endurecimento das artérias.

As doenças transmissíveis são causadas por micróbios tais como parasitas, bactérias, fungos e vírus, em geral presentes na urina e nas fezes dos animais portadores (doentes ou não).

Para evitar a transmissão temos que tomar providências coletivas.


Micróbio: nome popular dados aos microrganismos capazes de produzir doenças no homem e nos animais.

Parasita: animal que se alimenta do sangue de outro.

Bactéria: parasita vegetal unicelular que constitui a classe dos esquizomicetos, e cujos tipos morfológicos fundamentais são os cocos, os bacilos e os espirilos.

Fungo: organismo vegetal. O cogumelo é um exemplo de dimensões avantajadas. Alguns tipos são parasitas.

Vírus: micróbio invisível, com algumas exceções, pela microscopia óptica, e que se caracteriza por não ter vida independente e ter capacidade de reprodução apenas no interior de células dos hospedeiros vivos.

Vermes: designação usada por Lineu (Carl von Linné, naturalista e médico sueco, 1707-1778) para agrupar todos os animais invertebrados, com exceção dos insetos. Posteriormente foram incluídos no grupo todos os metazoários triploblásticos de simetria bilateral, sem apêndices articulados, sem concha, manto ou túnica, e sem esqueleto interno. Alguns tipos são parasitas.

Contágio: transmissão de doença de uma pessoa para outra por contato imediato ou mediato (que está em relação com outra(s) pessoa(s) ou coisa(s) por meio de uma terceira; indireto).

Contagiar: adquirir doença por contágio; contaminar-se.



 

1.3. IMUNIDADE

Imunidade é a resistência natural ou adquirida pelo nosso corpo a um micróbio infeccioso ou tóxico, enquanto estamos vivos. É o principal meio de defesa do nosso corpo contra as doenças. Ela é realizada através dos anticorpos que temos no sangue.


Anticorpo: célula existente em nosso corpo, no sangue, capaz de combater o micróbio da doença.

Muitos anticorpos são adquiridos da mãe ou através de vacinação. Outros são posteriores a doença. Para que uma doença ataque uma pessoa sadia é necessário que:

1.4. MEDIDAS PREVENTIVAS (INDIVIDUAIS OU DOMÉSTICAS)

Para que possamos evitar várias doenças que conhecemos e podemos adquirir no nosso dia a dia, devemos tomar uma série de cuidados higiênicos, como os seguintes:

  1. Lavar as mãos sempre que for sair de sanitários e, também, antes das refeições, com água e sabão, evitando-se a contaminação com bactérias e parasitas, principalmente;
  2. Enxugar, principalmente mãos e rosto, com toalha de nosso próprio uso, individual ou familiar (evita-se, por exemplo, a transmissão da Conjuntivite - doença crônica nos olhos, de causa infecciosa, que compromete córnea e conjuntiva, levando à fotofobia, dor e lacrimejamento);
  3. Evitar roupas de cama ou toalhas usadas por outras pessoas, principalmente desconhecidas, evitando-se a aquisição de vermes e parasitas que causam, por exemplo, sarnas;
  4. Tirar costumes de chupar dedo ou roer unhas (evita-se a transmissão de vermes, por exemplo);
  5. Lavar alimentos que serão ingeridos crus (como frutas e verduras) e ferver o leite (evita-se transmissão de vermes e parasitas, por exemplo);
  6. Evitar exposição de alimentos às moscas (guardar protegidos ou locais escuros, evitando-se transmissão de vermes e parasitas, por exemplo);
  7. Não tomar banhos em águas suspeitas (por exemplo, evita-se adquirir parasitas);
  8. Cozinhar bem os alimentos (evita-se por exemplo a Teníase - Infecção causada por qualquer verme do gênero Taenia/solitária);
  9. Ferver água suspeita que será bebida (evita-se por exemplo a transmissão da Cólera - Doença infecciosa aguda, contagiosa, que pode manifestar-se sob forma de epidemia, caracterizada, em sua apresentação clássica, por diarréia abundante, prostração e cãibras; também chamada de cólera-morbo ou mordexim);
  10. Utilizar privadas higiênicas e fossas sanitárias protegidas, para isolamento e eliminação dos possíveis micróbios que possam causar mal a saúde;
  11. Não consumir enlatados com embalagem "inchada", amassada ou enferrujada (é um sinal de que eles podem estar contaminados);
  12. Usar sumo de limão na pele para afastamento de mosquitos (burrachudos e muriçocas).