Dinastia de Stuart da Escócia
(1603 - 1714)
O Stuarts foram os primeiros reis do Reino Unido. Rei o James I de Inglaterra que começou o período quando também já reinava na Escócia como James VI, e juntou pela primeira vez os dois tronos em uma só monarquia. A Dinastia dos Stuart reinou na Inglaterra e Escócia por 111 anos, cobrindo praticamente o século XVII, um período extremamente agitado politicamente, de muita instabilidade civil interna, de pestilências e guerras. Apesar de uma certa evolução cultural, foi uma idade de intenso debate religioso e políticas radicais que mergulhou a nação em uma sangrenta guerra civil (1642-1649) que interrompeu este período monástico por mais de uma década (1649-1660), entre a Coroa e o Parlamento, os Cavaleiros e os Roundheads, resultando na vitória dos parlamentares de Oliver Cromwell (1599-1658) e a execução dramática do Rei Carlos I (1649) e a instalação de um pioneiro regime republicano, a Commonwealth, e o herdeiro do trono Carlos II exilado. Com a derrota dos realistas escoceses (1651), a guerra civil terminou, o Parlamento foi dissolvido (1653) e assumiu o governo como Lord Protetor da Inglaterra, da Irlanda e da Escócia, partilhando o poder com um conselho tutelar (1653-1658). Seus sucessores, especialmente seu filho Richard (1626-1712), não tiveram competência suficiente para evitar confrontos entre o parlamento e as forças militares e a monarquia foi restaurada com a volta de Carlos II do exílio e sua coroação como soberano do Reino Unido, dois anos depois. Outra guerra civil estourou por ocasião da sucessão de Jaime II, a Revolução dos Gloriosos, quando William e Maria de Orange de Laranja ascenderam o trono como os monarcas em comum e defensores de Protestantismo, seguidos pela Rainha Ana, o segundo das filhas de James II. Com a oficialização do Ato de Determinação (1701), segundo o qual só protestantes pudessem assumir o trono, decretou-se por antecipação o fim dos Stuarts na coroa. Os resumos biográficos dos monarcas desta dinastia encontram-se linkados abaixo.

Jaime I (1566-1625), Rei da Escócia (1567), Rei da Inglaterra (1603-1625)
Carlos I (1600-1649), Rei da Inglaterra e de Escócia (1625-1649, deposto e executado)
Carlos II (1630-1685), Rei da Escócia e Irlanda (1649, não governou e foi exilado)
 

Parte 9: Revolução Inglesa (1642-1649) / 1ª República da Commonwealth (1649-1660)
 

Parte 10: Restauração Monárquica (1660) / Dinastía de Stuart
Carlos II, o Monarca Alegre (1630-1685), Rei da Inglaterra e da Escócia (1660-1685, na volta do exílio)
Jaime II (1633-1701), Rei da Inglaterra e da Escócia (1685-1689, deposto e exilado)

Parte 11: A "Gloriosa Revolução" (1689)

Parte 12: Dinastía de Nassau-Orange & Stuart
Maria II, Princesa de Orange (1662-1694), Rainha da Inglaterra e da Escócia (1689-1694)
William/Guillerme III, Príncipe de Orange (1650-1702), Rei da Inglaterra e da Escócia (1689-1702)
Ana I, 1665-1714), Rainha da Inglaterra (1702) e da Grã-Bretanha e Irlanda (1707-1714)