Nikolai Ivanovich Lobatchevski
 (1792 - 1856)
  Matemático, notável e revolucionário geômetra e lógico russo nascido em Níjny-Novgórod, atual Gorki, reconhecido como criador da geometria não-euclidiana, ao lado do húngaro János Bolyai. Filho de um modesto funcionário público que o deixou órfão com apenas sete anos de idade, estudou na Universidade de Kazan, onde entrou com 14 anos de idade e ganhou a simpatia de reputados professores alemães. Permaneceu na Universidade de Kazan por toda a vida, conseguindo resgatá-la das condições caóticas em que se encontrava desde a ascensão do czar Alexandre I, tornou-se professor (1813), deão de matemática e física (1820-1827) e reitor (1827-1846), mesmo após ser penosamente atacado pela cegueira. Começou a escrever sobre geometria (1823) e provou que a geometria euclidiana não era a verdade absoluta (1826) quando apresentou suas deduções sobre geometria não-euclidiana, onde demonstrou suas deduções sobre as linhas, criando a geometria hiperbólica. O nascimento da geometria não-euclidiana data oficialmente quando ele publicou seu célebre artigo On the principles of geometry (1829), embora seus postulados só seriam reconhecidos depois de sua morte, em Kazan. Por indicação de Gauss foi eleito membro da Sociedade Científica de Göttingen (1842). Ainda escreveu mais três livros como obras completas sobre a nova geometria: Novos fundamentos da geometria (1835) em russo, Investigações geométricas sobre a teoria das paralelas (1840) em alemão e Pangeometria (1855) simultaneamente publicado em francês e em russo. Em vida foi o grande rival de outro eminente matemático russo Michel Ostrogradsky e, embora na sua época não tenha tido o merecido reconhecimento, é hoje reconhecido como o Copérnico da geometria. Sua obra influenciou outros matemáticos não euclidianos como Carl Friedrich Gauss, Bernhard Riemann, Eugenio Beltrami e Felix Klein.

Figura copiada do site TURNBULL WWW SERVER:
http://www-history.mcs.st-andrews.ac.uk/