Carl von Linné, latinizado Carolus Linnaeus
e conhecido como Lineu
(1707 - 1778)
  Professor, médico, botânico e biólogo naturalista sueco nascido em Småland, uma localidade rural de Ràshult, fundador da moderna sistemática de classificação para plantas e animais. De família muito pobre cujo nome original era Ingermarsson, que seu pai mudou para Linné em homenagem a árvore tília (lind). Do pai herdou o interesse pela botânica e estudou e formou-se em medicina e botânica nas Universidades de Lund (1727) e Uppsala (1728-1930), enquanto trabalhava para seu próprio sustento, fazendo conferências sobre organização e enriquecimento dos jardins botânicos. Foi enviado à Lapônia pela Academia de Ciências de Uppsala (1732), para estudar a flora local e, depois, para Holanda, onde em Harderwijk obteve seu diploma de doutor em medicina (1735) mudando-se, a seguir, para a Universidade de Leiden, onde ficou por três anos, conheceu os mais destacados cientistas da época e produziu vários livros, entre eles uma obra que lhe trouxe notoriedade internacional, Systema naturae (1735), um livreto de 12 páginas tratando sobre os reinos animal, mineral e vegetal, a primeira de suas publicações na Holanda. Agrupou em classes, ordens, gêneros e espécies as plantas já conhecidas e as que então eram descobertas em ritmo acelerado. Para identificá-las de modo válido em todo o mundo, atribuiu-lhes um primeiro nome em latim, correspondente ao gênero, e um segundo, que indicava a espécie. A nomenclatura binomial trouxe imediatos progressos ao estudo da botânica e manteve-se ainda em vigor na classificação sistemática dos seres vivos. Retornou à Suécia (1738) para trabalhar como médico e iniciou (1739) o movimento pela fundação da Academia Sueca de Ciência. Voltou definitivamente a Uppsala (1741), onde se tornou professor catedrático de medicina prática e de botânica na Universidade de Uppsala. Publicou Philosophia botanica (1751), seu mais influente trabalho, provando a reprodução sexual das plantas e criando um sistema de classificação das plantas baseado nos estames e pistilos como características sexuais. Em uma nova e detalhada edição do Systema naturae (1758-1759), em dois volumes, aplicou o método aos animais e criou três sistemas de classificação, um sobre plantas, outro sobre animais e um terceiro para os minerais, distribuídos em três grandes reinos: Animal, Vegetal e Mineral. Estabeleceu o sistema de classificação taxionômica das espécies baseada em caracteres morfológicos, relações de evolução, genéticas, bioquímicas, e com nomenclatura binomial. A este cientista deve-se vários termos técnicos, entre eles fauna, flora e mamíferos. Sua grande invenção prática foi inverter a escala centígrada para a usada em os nossos atuais termômetros Celsius. É considerado o fundador da história natural moderna. Sua coleção botânica e biblioteca foi comprada (1783) a um seu filho, pelo médico inglês James Edward Smith, que fundou em Londres, em Burlington House, a Linnean Society (1788). Morreu em Uppsala e deixou ao todo cerca de 180 trabalhos, entre eles Genera plantarum (1737) e Species plantarum (1753), Flora suecica (1745) e Hortus uppsaliensis (1748).

Figura copiada do site da UNIV. TEXAS / PORTRAIT GALERY :
http://www.lib.utexas.edu/photodraw/portraits/