Almirante Karl Doenitz
(1891 - 1980)
  Engenheiro germânico nascido em Grunau, próxima de Berlim, militar nazista especializado em submarinos e que assinou a capitulação do Terceiro Reich. Serviu como oficial num submarino durante a I Guerra Mundial, tendo sido capturado ao largo de Malta pelas tropas inglesas (1918). Depois da ascensão de Hitler ao poder (1933), a Marinha de Guerra Alemã, sob a orientação do Almirante Raeder, iniciou um programa de construções navais, a fim de reforçar rapidamente o seu poderio. Ao Capitão-de-fragata, que havia sido um dos mais brilhantes comandantes de submarinos do Primeira Guerra Mundial, foi encomendada a tarefa de construção de uma frota de submarinos. Estabeleceu o centro de treinamento da nova força na base naval em Kiel e, antes de terminar o ano (1935), a nova escola estava em condições de receber os novos aspirantes a tripulantes de submarinos. Nesse ano, além disso, levou-se a cabo a construção dos primeiros submersíveis. Vinte deles pertenciam ao chamado Tipo II, de 250 toneladas de deslocamento, muito pequenos, e aptos para operar em águas próximas da costa. Por suas características, foram denominados pirogas. Além desses, haviam sido construídos quatro submarinos oceânicos do "Tipo VII" de 500 toneladas, que constituíam as primeiras unidades do que, mais tarde, seria a principal arma de combate submarina. Nas manobras realizadas no verão (1939), conseguiu convencer Raeder da necessidade de aumentar o poderio submarino e recebeu autorização de elevar para trezentos o número de submersíveis previstos no "Plano Z". A decisão, contudo, chegou demasiado tarde e, ao explodirem as hostilidades, a Alemanha contava somente com 57 submarinos em operação. Nomeado Supremo Comandante-chefe da armada germânica (1943), substituindo o Almirante Raeder, na última vontade de Hitler e no seu testamento ele era tido como Presidente e Supremo Comandante das Forças Armadas do Terceiro Reino. Assim sucedendo Hitler (1945), com a rendição do Japão, assinada pelo Imperador Hiroito, o comandante alemão reconheceu a derrota definitiva para os Aliados. Em 8 de maio (1945), o grande almirante comunicou à população alemã ter acabado de assinar, em Berlim, a capitulação do Terceiro Reich. Assim terminava a Segunda Guerra Mundial na Europa, cinco anos e meio após Hitler ter invadido a Polônia. Foi aprisionado e sentenciado no Palácio da Justiça, em Nuremberg, a 10 anos de prisão por crimes de guerra (1946-1956). Depois o período de prisão, passou a receber uma pensão do governo, escreveu e publicou suas memórias em Mein wechselvolles Leben (1968) e morreu em Aumühle, Schleswig-Holstein.

Figura copiada da página KARL DÖNITZ:
http://www.dhm.de/lemo/html/biografien/