Gregori Warchavchik
(1896 - 1972)
  Arquiteto russo-brasileiro nascido em Odessa, hoje na Ucrânia, considerado o primeiro arquiteto modernista da América Latina. Diplomado pela Universidade de Odessa (1918), cursou a seguir o Instituto Superior de Belas-Artes de Roma. Dirigiu a construção do Teatro Savóia, em Florença, e logo depois veio trabalhar no Brasil (1923). Dois anos depois (1925), publicou o primeiro artigo da arquitetura modernista do país, onde descrevia a casa como um bem de consumo qualquer. Construiu a Rua Santa Cruz, Vila Mariana em São Paulo, a primeira residência modernista do Brasil e da América Latina (1927), que surge como uma revolução no panorama arquitetônico paulistano. Representou a América Latina nos Congressos Internacionais de Arquitetura Moderna por indicação de Le Corbusier e foi convidado por Lúcio Costa para lecionar na Escola de Belas-Artes do Rio de Janeiro (1931). . Escreveu diversos manifesto polêmicos na imprensa da época, sempre defendendo o movimento moderno em detrimento do provincianismo da arquitetura que aqui se realizava. Nos anos 30, associou-se a Costa e projetaram diversos conjuntos habitacionais no Rio de Janeiro. Respeitado por arquitetos de renome tais como Le Corbusier e Frank Lloyd Wright, deixou uma importante obra no Brasil, país que escolheu para morar (1923) e faleceu em São Paulo.

Figura copiada do site do Portal SESCSP:
http://www.sescsp.org.br/sesc/revistas/